Diversas

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

DOR





Vejo no teu rosto constante sorriso,
que esconde a dor que te avassala a alma,
e te corrói o corpo em dolorosa persistência!
Mas tu sorris, dissimulando esgares terríveis,
escondendo o teu sofrimento,
pela força da tua vontade,
na estoicidade que te caracteriza!
Imaginas-te castigada por algo que desconheces,
interrogas-te do porquê o teu “eu”
ter de sofrer assim!
As respostas ausentam-se da tua ansiedade,
e tu no silêncio das noites escuras e atrozes,
sofres, choras as tuas mágoas,
na solidão das tuas dores!
...E nas noites mal dormidas do desespero,
fazes da tortura que te aniquila,  forças,
para no dia seguinte continuares a sorrir!
Sorrindo, sofrendo em triste sina,
até que o divino se compadeça do teu sofrido corpo
e te eleve ao Infinito!

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário