sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Mutação temporal



A tarde veste-se de cores belas,
o dia aninha-se no crepúsculo,
no ocaso nascem coloridas telas,
natureza que me faz minúsculo.

Novo dia virá com a alvorada,
no ciclo temporal que nos domina,
assim gira a terra abençoada
na luz que cada dia determina.

Fascino-me perante grandeza tal
privilégio que posso admirar
nesta vida que um dia terá final…

E neste meu maravilhoso mundo,
tanta beleza apaixonante pr’amar,
vivo alegremente cada segundo!

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário