sábado, 23 de agosto de 2014

Poesia





O que é a poesia?
Serão palavras bonitas em versos de fascinio,
Talvez metáforas de encantamento,
Já sei...
são estrofes livres, sem rima,
Não...
creio que devem ser sonetos,
Com métrica rigida
E fonética bem acentuada!

…Estou na dúvida, se não serão quadras
com rimas cruzadas ou emparelhadas,
Bom...
Talvez seja tudo isso
Ou nada, mesmo nada!
O que eu sei…
É o aqui deixo escrito,
Que obviamente será controverso,
Pelos que se arrogam iluminados
Pela sabedoria literária!

Assim sendo, creio, que a poesia
Não é nada mais…
Que o divagar pelos caminhos das ilusões
Que consegue entrar no mais profundo
Da essência de cada um
Deixar uma mensagem,
Que lhes faça brotar da sua alma
Algo que lhes desperte os sentidos
E encontrar o prazer e o gostar
Daquilo que leu!

Assim, a poesia não tem que ser hermética,
Creio mesmo que deva ser fluida e aromatizada
Para que todos, mas mesmo todos,
Sintam-se viajar pelo lirismo,
Navegar pelos mares revoltos das utopias,
Ou ainda pelos caminhos tortuosos da dor!

Mas se gostarem...
E se sentirem acariciados pelo que leem
Inundando-lhes a alma de prazer…
ISSO É POESIA!!!

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário