Diversas

sábado, 6 de setembro de 2014

Tempo que corre





Bem sei que o tempo corre
E sei que jamais volta,
Mas a esperança não morre
Tudo aceito sem revolta.

Voam as horas e os dias
Com sorrisos ou arrelias,
Gira o relógio sem parar,
Esmorecem os meses
Cansam-se os anos por vezes.
Na vida sempre a arriscar.

Olhai os campos floridos,
Alvoradas dos sentidos,
Que sorte temos todos nós,
A vida é um doce sorriso
Do luar vem o aviso,
Que nos canta em terna voz.

Não sei o que traz o futuro
vivo agora um tempo duro,
Mas sei que quero viver
A cantar com alegria,
Cada minuto do meu dia,
Enquanto forças eu tiver.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário