Diversas

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Vento bravio (Fado)



Ah… vento bravio
Que me sopras ilusões,
Vê se fazes um desvio
Só me causas aflições,
não quero este atavio,
vivo alegre as emoções.

Traz vento,a brisa serena
com o carinho do amor,
nos braços de uma morena
que me apague esta dor,
pode até ser pequena
o que importa é o seu calor.

Sempre te disse, ó vento,
Não gosto de temporal,
Prefiro estar atento
Pra que não haja mal,  
Porque o sofrimento
nada tem de sensual.

Tem a acalmia do rio,
Escuta o seu murmurar
no inverno e no estio,
mansas águas a cantar
seu único desafio,
é abraçar o grande mar.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário