Diversas

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Momentos de melancolia



Quando os dias se acinzentam em mim,
Escurecem-me os pensamentos
Que se perdem em divagações sem fim
E formam núvens de nostalgia
Que o entardecer melancoliza!
Mas o luar com abraços de sentimentos
Afaga-me a alma com simpatia,
Sorrindo para meu anseio, que suaviza!

São momentos que nos transcendem
No sentir das emoções deambulantes,
Instantes perdidos que nos arrependem
E ofuscam as nossas vontades hesitantes!
O tempo tudo leva e traz nas asas do vento,
A tristeza de hoje será de felicidade amanhã
Que em constante e incansável movimento,
oferece ramalhetes alegóricos de exaltação!

A luz cintilante da alvorada traz-me acalmia,
Os seus raios diáfanos, são linhas de ilusões,
Deixo sair de mim o que antes me entristecia,
Entrego-me indolente a vibrantes sensações!
Respiro agora o dia que se faz longo no tempo,
Abraço-me à brisa que me murmura coragem,
Esqueço a melancolia que em mim, era lamento,
Enfrento o meu viver, que seja de longa viagem.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário