quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Porque choras coração



Com o sibilar do vento
Cantam-me as saudades
Em melodia de lamento
Que enleia as verdades.

Quisera que a melancolia
Fosse palavra sem sentido,
Mas há muito eu sentia
Meu pobre coração ferido.

Refrão
Porque choras tu coração meu
Se a ti me entrego por inteiro
Será que eu não sou mais teu
Ou pensas tu, morrer solteiro

Do alto da falésia, olho cansado
O mar, que me chama em maresia
Porquê o meu coração está zangado
Pergunto ao mar quase em agonia.

O mar sereno me responde, sorrindo
Enganas-te ele é um grande fingidor
Diz-se cansado mas está mentindo
Sabe que és um eterno sofredor.

Refrão
Porque choras tu coração meu
Se a ti me entrego por inteiro
Será que eu não sou mais teu
Ou pensas tu, morrer solteiro

José Carlos Moutinho
“Reserv.direitos de autor”

Sem comentários:

Enviar um comentário