Diversas

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Romântico ou sonhador






Caíam do céu azulado e brilhante
quimericas pétalas de ilusões
que tocavam o chão num instante
porque era imenso o calor das paixões.

Serão fantasias d’alma que sonha,
daí não vem mal ao louco mundo,
eu sou a fonte da utopia risonha
essência do meu sentir profundo.

Serei um antiquado romântico
ou talvez ridiculo sonhador,
que beija a maresia do  Atlântico;

Certo tenho, que jamais mudarei
quero continuar com este fulgor,
até ao dia que sonhar, eu deixarei.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário