Diversas

terça-feira, 17 de março de 2015

Amor maduro




Teu corpo é vinho doce

e se timido eu não fosse

com avidez te bebia,

da tua vinha madura

nasceu mulher ternura

como há muito eu não via.



Quero-te degustar

em noite suave de luar,

sorver teu mosto quente

pela noite cansada

até ao nascer da alvorada,

é meu desejo ardente.



Se meu querer se cumprir,

plantamos vinha do adir

partilhamos futuro

galgamos as escarpas

vencemos as etapas,

com nosso amor maduro.



José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário