Diversas

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Chamei-te





Chamei por ti, ignoraste e não respondeste,
caminhavas apressada, talvez presunçosa
não sabes porém, o que perdeste,
tinha para te oferecer uma coisa valiosa…

Vi que não resististe a olhar para mim,
mas a tua vaidade impediu-te de parar,
desde que te conheço, sempre foste assim,
e teu coração sofre por não saberes amar…

Talvez um dia, quem sabe, possas mudar,
terás de fazer alguns sacrifícios é verdade,
mas verás que vale a pena pelo menos tentar
sairás de certeza dessa tua eterna ansiedade…

Escuta o que te digo, por que te quero bem,
permite o meu abraço afectuoso e amigo,
passa para meu peito, o calor que o teu tem,
abraça-me e sente meus lábios no teu ouvido
murmurando palavras que te façam encantar,
acredita minha querida que assim fará sentido
viver com paixão e amor para receber e  dar…

Nascemos para ser felizes dizem as Escrituras,
eu que não sou do contra, concordo em absoluto,
por isso te digo para que deixes tuas amarguras
e sejas minha, pois não terás melhor substituto.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário