Diversas

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Suspiros leva-os o vento




Os meus suspiros leva-os o vento
por aí, por mundos sem horizonte,
por vezes tristes na dor do lamento
em busca de águas cristalinas da fonte.

Quando a dor me é mais acutilante,
de mim se compadece o vento agreste
trazendo-me a brisa refrescante
lá de muito longe, do azul celeste.

Calam-se no silêncio do meu peito
as palavras sentidas que queria dizer,
procuro encontrar algum outro jeito
de mudar este meu modo de viver.

E o vento companheiro do meu tempo
murmura silvos de acalmia e amizade,
que o sol d’hoje irá mudar o cinzento
da minha alma, com a cor da felicidade.

José Carlos Moutinho​

Sem comentários:

Enviar um comentário