Diversas

terça-feira, 25 de agosto de 2015

És fulgor do meu mar





Tu, com voz de rouxinol
canta melodias de amor,
quero ouvir o teu fado,
sentir-te o meu farol
que do meu mar és fulgor.

Podes não ser fadista
a mim pouco me importa
desde que eu te sinta…
Sei que és uma artista
teu cantar me conforta.

Canta-me bem baixinho
um poema de embalar
com versos de utopia…
Que tenha sabor de vinho
e letra do verbo amar.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário