Diversas

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Sentir futuro



Afago com meus dedos o tempo incolor
que desliza, invisível, pelas minhas horas
e sinto as rugas que o vento esculpiu
nas minhas mãos ávidas
por sentir futuro
que se oculta nas brumas
da minha imaginação.

José Carlos Moutinho​

Sem comentários:

Enviar um comentário