sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Quando eu era um menino





Quando eu era um menino,
Pensava que o mundo era feito de sorrisos
E que as aves cantavam a felicidade
E o sol existia para nos aquecer o corpo
E o luar para nos iluminar o caminho
na escuridão da noite, onde se escondiam os medos!

Quando eu era um menino,
Sonhava que no futuro só haveria amizade
E que em cada amigo, houvesse um abraço
E em cada abraço, a sinceridade da fraternidade!

Ah…Quando eu era ainda um menino…
Vivia um outro mundo, que não este
E era tão inocente, tão ingénuo e…sonhador
E agora que deixei de ser aquele menino,
Sou o desencanto da ilusão que me invadia,
Despertei daqueles sonhos, no breu da crua realidade!

O sol e o luar existem por que a natureza não é humana
Sim, a natureza não se verga à maldade dos homens
E por isso se fazem presentes todos os dias…
A amizade que eu sonhara em menino tornou-se utópica
Existe alguma, é certo, mas tão escassa
E tantas vezes essa amizade, mesmo rara, é de falsidade!

Ah…que saudades eu tenho de quando eu era ainda um menino…
Guardo em mim a nostalgia daquele outro tempo
Um tempo em que eu, menino, sonhava…

Agora, resta-me respirar a melancolia dos dias!

José Carlos Moutinho
6/11/15

Sem comentários:

Enviar um comentário