terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Valsa de magia





No eco das melodias que se soltam do luar
Rodopio numa valsa que me faz sonhar,
O meu par é a magia do meu sentimento
que me abraça com o encanto do momento.

Pela pista das minhas emoções, canto
a canção, de algum amor vadio e perdido
com notas de paixão, amor e doce encanto,
bailando nos braços de um outro cupido. 

São fantasias que a mente vai acalentando
no sonho que o desejo vai projetando
e a alma feliz concorda com muita alegria…

Nenhum mal trará ao mundo este belo sentir,
viver com felicidade no coração
é beber o bom que a vida nos propicia.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário