quinta-feira, 2 de março de 2017

Há dias e dias





Há dias cansados pelas amarguras
outros pelas ausências caladas,
alguns esmorecidos por rupturas
mais raros, alguns cheios de nadas!

Há também muitos de alegrias cantadas
por sereias do mar do meu pensamento
que passeiam pelas areias molhadas
em orgias de total deslumbramento!

O tempo veste-se do que quisermos
porque a vida é um teatro de marionetes
que colocamos aonde pudermos…

Com otimismo se enganam tristezas,
soltemos gargalhadas e foguetes
acabemos de vez com as fraquezas.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário