terça-feira, 22 de março de 2016

Mensagem de afectos




Por que me gritam tanto
e me acusam do que eu não sei
se nem de mim sei quem sou

Gostaria de entender esse desvario
que ressoa por campos de cactos espinhosos
penetram no sentir da solidão
e despertam no silêncio do frio

Se o perfume das flores
vos incomoda, narizes empertigados,
fechem os olhos calem os rumores
e sintam a serenidade dos afortunados

Escutem o encanto do trinar dos pássaros
humildem-se perante as cores do arco-íris
esfriem ímpetos tenebrosos
vestiam-se com as cores da simplicidade
usem os braços,
para plantarem ternura nos abraços
e com o silêncio do vosso olhar
deixem mensagem de afectos.

José Carlos Moutinho

Sem comentários:

Enviar um comentário