terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Folhas que voam

...
São folhas que voam
as palavras que escrevo,
têm o perfume das pétalas
sorriem alegremente a quem as lê

José Carlos Moutinho

sábado, 13 de janeiro de 2018

Deslumbramento

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

NUNCA MAIS VOLTASTE

sábado, 6 de janeiro de 2018

Um dia




Um dia hei-de encontrar
pelos caminhos coloridos das ilusões
a tela das cores com que pinto as palavras
que audaciosamente empoleiro nas estrofes
que vou libertando das amarras
da minha imaginação
Se por acaso não a encontrar
entregar-me-ei simplesmente
ao encanto mágico da poesia

José Carlos Moutinho

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Poesia e´...




Poesia é uma forma de cantar as dores
e soltar a alma com sorrisos de amores


poesia é o grito que não cala as palavras
ainda que a mão e voz estejam cansadas


poesia é sentir um arrepio pleno de ilusão
vibrar com a estrofe que nasce do vulcão


poesia é tudo o que queiras, com sentido
é transmitir os sentimentos sem alarido


poesia é choro e riso, é tristeza e felicidade
é a união de tudo que queiras, com verdade


José Carlos Moutinho

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Eu vou contigo

Quando os abraços

Quando os abraços são lembrança

porque os corpos se ausentaram,

fica-nos a saudade como bonança

de tempestades que por nós passaram


No suspirar que se apaga implacável

leva com ele todos os sofrimentos,

por cá, fica a recordação memorável

da amizade e dos bons momentos


José Carlos Moutinho

O que somos nós



O que somos nós,
que nos julgamos importantes
e somos levados como uma simples folha seca?
Somos vento que passa e que o Universo nos observa indiferente,
respiramos o ar que o tempo nos concede,
somos afinal, quase nada do tanto que pensamos ser

O que e quem somos nós, passageiros do tempo,
o qual tão simplesmente nos ignora?

José Carlos Moutinho